Receba Nosso Feed

Receba Todas as Nossas Atualizações em Seu E-mail:

Páginas

domingo, 6 de janeiro de 2013

Discipulados por Jesus


“Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. João 6:37”


Quando nos dispomos a falar de Jesus para alguém, estamos, na verdade, repassando os Seus ensinamentos, exatamente como Ele diz em Mateus 11.28-30 “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” Mateus 11:28-30
Perceba que Ele chama para perto de Si aqueles que se encontram cheios de dúvidas e questionamentos, para que sejam esclarecidos e que sejam reveladas as verdades do evangelho. As boas novas, a boa novidade. Desse modo, estamos agindo como aqueles que tiveram um encontro com Jesus, que foram curados, tendo seus membros restaurados, a visão restabelecida ou até mesmo aqueles que foram ressuscitados da condição de morte.
Eles não se contiveram apenas em receber os seus milagres, mas ardia neles a vontade de compartilhar com os outros aquilo que os trouxe de volta a alegria de viver. A vida plena com Jesus. Eles anunciavam o nome de Jesus e levavam o máximo de pessoas para que O conhecessem. Essa deve ser a nossa alegria. Arder em nós a vontade de apresentar este Jesus tão maravilhoso que nos trouxe de volta a vida.

Depois de ressuscitar, Jesus aparece aos onze discípulos e lhes diz: “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão.  Marcos 16:15-18

Jesus está nos dando uma ordem: Vão! Façam discípulos! Conforme está escrito em Mateus 28.19-20 “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.
Mateus 28:19-20
Veja que maravilhosa companhia nós teremos. O próprio Jesus nos garantiu a sua presença conosco. Portanto, amado, se pregamos a Palavra genuína, sem acréscimos, nem reduções, temos a garantia de que Ele estará conosco todos os dias.

O discipulado de Jesus era baseado em Sua verdade. Sendo assim, os discípulos depositavam toda confiança em Suas palavras. Não havia espaço para falsidade. Ele já sabia a condição espiritual de cada um dos seus discípulos.
Pedro era um homem muito precipitado em suas palavras e atitudes, muito bruto, orgulhoso e por medo de perseguições ainda negou a Jesus, contradizendo-se quando afirmou: “Ainda que me seja mister morrer contigo, não te negarei. E todos os discípulos disseram o mesmo.  Mateus 26:35”
João e Tiago também tinham os seus momentos de insensatez, como por exemplo, quando disseram: “Senhor, queres que digamos que desça fogo do céu e os consuma, como Elias também fez? Lucas 9:54” Estavam agindo precipitadamente. Jesus veio para salvar e não destruir as almas dos homens.
Judas que achou que havia enganado a Jesus, suicidando-se como salário do seu pecado e arrependimento de tal atitude.

Perceba que os discípulos de Jesus não eram pessoas fáceis de lidar. Eram pessoas difíceis, com histórias de vida completamente diferentes umas das outras. Portanto, aprendemos com Jesus que Ele não selecionava aqueles que tinham a vida resolvida, que estavam libertos dos vícios, então se confirma o que Ele diz: “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. João 6:37”

Portanto, meu querido, aqueles que o Senhor Jesus envia a Ti, estes são os que Ele não lança fora. Não rejeite aqueles que Jesus envia a Ti para serem discipulados. Ame-os. Muitos deles são problemáticos como os discípulos, muitos deles nos entristecerão, mas lembre-se: Jesus disse que estará contigo todos os dias, até o fim. Ele vai te ajudar no papel de discipulador.

E como discípulo, não esqueça, tenha como fundamento a verdade. As mentiras, a falsidade, te afastam da Presença de Deus. E não haverá mudança, nem crescimento, muito menos frutos bons. Aprenda baseado na verdade. Não engane ninguém, nem se engane, Deus sabe todas as coisas. Pecou, confesse o teu pecado. Se livre logo desse peso para não dar brecha ao inimigo, nem permita que uma “mentirinha bem pequenininha” seja o motivo da sua queda. Como discípulo, ouça, aprenda e cresça na Presença de Jesus.

Ele te ama e de maneira nenhuma te lança fora.



Seja uma fonte de benção. Compartilhe vida e libertação.

Por Flademir Bernardo



2 comentários:

  1. Oi, Flademir
    Paz

    Linda mensagem!
    Reflexiva e, por demais, edificante.
    Prossiga
    Alberto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alberto,

      Obrigado. Que Deus te abençoe, irmão.
      A Paz do Senhor

      Excluir

Enriqueça mais essa discussão com seu comentário.

Postagens relacionadas