Receba Nosso Feed

Receba Todas as Nossas Atualizações em Seu E-mail:

Páginas

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Perdoar é preciso!

Transferir responsabilidades é o nosso forte. Não queremos assumir nossos erros, e assim, vamos construindo a ideia de que somos quase perfeitos. Por que será que  é tão difícil pedirmos perdão? Se Jesus disse que deveríamos pedi-lo até mesmo se estivéssemos corretos? E porque é tão difícil perdoar? Será que é porque achamos, no fundo, que quem pede perdão o faz somente para retirar um fardo das costas? Ou será que é porque sempre queremos estar por cima e, perdoando, voltamos ao mesmo nível do ‘culpado’?
Entender o perdão não é fácil. Uns pensam que é esquecer... Na verdade, não. Perdoar significa que, mesmo lembrando-nos do erro, estamos dispostos a não sofrer mais pelo que aconteceu e nem alimentar mágoas e rancores de quem contribuiu pra que aquilo acontecesse. Definitivamente, não é fácil perdoar! Para perdoar, é necessário, acima de tudo, amar. Se amo, perdoo. Se não amo, digo que perdoo, mas sempre remexo, reviro, falo do que passou. Por isso Jesus disse “amai-vos uns aos outros”. Na sua infinita sabedoria, o Mestre já sabia que o perdão teria que vir do coração, de um ato de amor. Tanto o pedir, quanto o dar o perdão.
Certa vez conversava com minha mãe, e assistíamos a um noticiário de tv, onde o caso era de um estuprador de uma criança. Ela, indignada, disse: Filha, será que Deus perdoa esse povo tão cruel? Como pode? A palavra de Deus tem a resposta. Em Lucas 5:32, Jesus diz  “Eu não vim chamar justos, mas pecadores, ao arrependimento. Ainda em Lucas, cap. 15 verso 7, Jesus diz  “Digo-vos que assim haverá maior alegria no céu por um pecador que se arrepende, do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento”. Dá pra conseguir entender? Jesus diz que há maior alegria no céu por um pecador que se arrepende que por 99 justos que não precisam arrepender-se! Deus ama ao que se arrepende! Porque este reconheceu o erro e tornou-se pequeno. Renunciou seu “eu”, seu orgulho, arrependeu-se. Voltando ao caso do estuprador, se ele se arrepende, Deus o perdoa com grande alegria! Porque só Deus tem o poder de sondar o coração do homem, e saber se realmente o arrependimento é verdadeiro.
A bíblia não nos diz que há festa no céu quando um cego é curado, ou um paralítico volta a caminhar, ou alguém ressuscita dos mortos... não! Há alegria no céu quando um pecador se arrepende de seus pecados! É tremendo! Perdão é dom de Deus, e a todos nós esse dom foi entregue! O nosso maior Mestre, Jesus, viveu isso, viveu o amor, o perdão. Ainda sendo crucificado, Ele disse: Pai, PERDOA-LHES, eles não sabem o que fazem! O amor está intrinsecamente ligado ao perdão... alguém duvida?
Porque Deus amou o mundo de TAL maneira, que entregou seu filho unigênito, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu filho pra morrer por nossos pecados, nos perdoando. O maior sentido do perdão, é o amor. Com essa passagem fica clara a relação do perdão com o amor! Ele nos amou primeiro, dando-nos a chance de nos arrependermos e voltarmos para o seu amor!

Anna Judith

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Enriqueça mais essa discussão com seu comentário.

Postagens relacionadas