Receba Nosso Feed

Receba Todas as Nossas Atualizações em Seu E-mail:

Páginas

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Um novo ano se aproxima

Estamos nos aproximando de uma das épocas mais festivas do ano. Afinal, o natal e o ano novo, duas comemorações assim tão próximas e com valores tão significantes para as pessoas que têm no seu coração o desejo de paz, de harmonia e prosperidade no seus planos futuros, aquecem o comércio e se fazem expressar em presentes e lembranças, roupas para a "virada do ano".
Mas qual seria o real sentido e a origem de toda essa festa? Ou melhor, o que deveria ser realmente lembrado ou comemorado?
O que não enxergamos e não sentimos, muitas vezes são detalhes que passam despercebidos por nossa consciência. Muitos são levados pela emoção de poder participar dessa festa como um bom amigo, bom filho, bom pai, enfim, simplesmente por dar presentes e desejar um feliz natal. Imaginar que uma criança de rua ficará feliz por receber na noite de natal, um carrinho de plástico.
Sem desmerecer a atitude, mas não seria mais sensato olhar para essas crianças durante o ano, porque afinal, elas têm mais 364 dias vivendo sob a dura pena de terem nascido em berço de papelão. 364 dias sentindo frio, pulando e fazendo malabarismos amadores de frente aos carros que por alguns minutos param nos semáforos, e que por ironia muitas vezes são ignoradas pelas mesmas pessoas que sensibilizadas com o "espírito natalino" as "fazem felizes" na noite de natal.
Não escrevo essas linhas para cobrar nada de ninguém. Nem muitos menos dizer que sou diferente dos meus irmãos. Escrevo essas linhas para que você possa realmente, realmente, fazer uma reflexão diferente daquela que você fez no ano passado.
Por falar em ano passado, quero lembrar que esta ano também está findando. Chegou a hora da tão esperada reflexão. Mas com calma hein! Afinal o natal foi muito bom, comemoramos o nascimento de Jesus de uma forma especial, regada a muita cerveja e uísque. Com certeza o "menino Jesus" (que não cresceu e nem foi desmamado) estava muito contente, pois deixei o meu presente de amigo secreto na árvore de natal, enquanto fazíamos uma oração de agradecimento. Agradecendo pelo seu nascimento?
Não deveríamos também agradecer e lembrar da sua morte (1Coríntios 11.24-34). Sua morte nos trouxe vida, salvação. Devemos lembrar de Jesus no seu ministério aqui na Terra, lembrar de seus ensinamentos.
A mídia, o comércio nos bombardeia com "promoções", ofertas, liquidações que nos levam a esse queima de mercadorias e um sentimento de troca de presentes.
Se vamos lembrar do nascimento de Jesus, de sua missão; porque lembrar sob efeito de álcool? Pessoalmente, não creio que alguns ml's de álcool no sangue possa me fazer verdadeiramente sensível à vida de Jesus.

Um novo ano está surgindo e 2010 pode ter sido benção para alguns, e difícil para outros. Mas o que importa é que em todos os corações existe a esperança de um ano melhor, um ano mais cheio de alegrias, de conquistas. Creio que as pessoas desejam que o ano de 2011 seja um ano diferente.
Como assim um ano diferente? Não seria mais correto dizer: Que no ano de 2011, eu tome decisões diferentes, trace caminhos diferentes, tenha atitudes diferentes.

Como posso desejar um 2011 diferente, se estarei continuando com as velhas práticas, os mesmo vícios?
Precisamos rever constantemente nossos conceitos. Buscar melhores caminhos, novas rotas, novas atitudes. Não repetir os erros, nem se acostumar com o conforto. Mas estarmos sempre buscando crescimento, seja espiritual, moral, social, financeiro.
A reflexão deve ser diferente, algo que te faça pensar: Estou no fluxo do rio, sem saber onde vai dar? Deixo a vida me levar? Ou acendo minha luz para refletir e pensar.
"Não sou exigente, apenas me contento com o melhor" (Churchill).

Assim como deseja receber o melhor, procure ser e dar o seu melhor para as coisas de Deus. Com certeza, quando estamos abertos para quebrar os paradigmas e sair da zona de conforto, estamos nos preparando para uma batalha, que com Deus na direção será vitoriosa.

Natal = Nascimento.
Nasceu Jesus... Viveu Jesus... Morreu Jesus, tudo isso por você!

Na sua vida, o que isso muda ou influencia?
Postagens relacionadas